19 janeiro 2008

0028 - Publicação

Acaba de ser publicado o nº. 1 (Jan. 2008) da nova revista electrónica quadrimestral Apontamentos de Arqueologia e Património, editada pelo NIA.

Esta edição, inclui um artigo de Maria Isabel Dias, António Carlos Valera e Maria Isabel Prudêncio, intitulado “Evidência de metalurgia calcolítica na Beira Alta: o cadinho da Malhada (Fornos de Algodres)” (pp. 7-10).

O referido artigo dá conta dos resultados preliminares da análise efectuada a um fragmento de cadinho com restos de metal e escória no seu interior, recolhido no sítio arqueológico da Malhada (sito na Mata, freg. de Sobral Pichorro, conc. de Fornos de Algodres), achado que constitui a primeira evidência da prática da metalurgia do cobre na Beira Alta, durante o 3º. milénio AC. A análise realizada teve em vista a caracterização textual e química da peça, apontando as conclusões preliminares agora divulgadas no sentido de que “... o cadinho em causa foi utilizado num processo metalúrgico de fundição do cobre, dando mostras de que se pretendeu atingir níveis elevados de pureza deste metal.”.

Os trabalhos realizados no sítio arqueológico da Malhada estão publicados em VALERA, 2007.

1 comentário:

al cardoso disse...

Muito interessante!

Bem hajam.

U&m abraco d'algodrense.