02 março 2008

0039 - Patrimónios da Semana 16 (Vila Soeiro)



Sepultura medieval escavada na rocha. Faz parte de um pequeno núcleo de 3 sepulturas ruspestres medievais, que se encontram num afloramento à entrada de Vila Soeiro. Nas proximidades existe também uma lagariça escavada na rocha. Uma das sepulturas e a lagariça encontram-se partidas, já que a zona foi utilizada em tempos como pedreira.

A informação da existência e localização deste conjunto patrimonial foi-nos fornecida pelo Sr. Andrade, que, como todos os forneneses sabem, é dono do Café Disco e originário daquela povoação.

As sepulturas e a lagariça encontram-se numa área cheia de mato e mal se conseguem localizar. Mais um sítio a necessitar de limpeza, de forma a ser apresentado de forma condigna. Talvez um motivo para tentar envolver e motivar a Junta local. Não há assim tanto património arqueológico na freguesia, pelo que valorizar e manter o que existe nem sequer requere muito trabalho.

___________________________

Termina hoje o périplo pelas freguesias do concelho em termos do Património da Semana. O objectivo, para além de chamar a atenção para elementos patrimoniais, foi demonstrar que em todas há património a valorizar, manter e divulgar. Numas mais do que noutras, seguramente: mas em toda existem motivos de interesse patrimonial e todas estão convocadas para este projecto que é a Terras de Algodres.

Durante os próximos tempos a rubrica Patrimónios da Semana passará a ter uma organização diferente. Já não se seguirá a sequência alfabética de patrimónios por freguesia, mas por temáticas mensais: durante as semanas de cada mês serão apresentados elementos patrimoniais do concelho de Fornos de Algodres, mas seguindo temas que serão diferentes todos os meses.

O primeiro tema, a desenvolver no mês de Março, será relativo à produção de vinho/azeite e estruturas de lagar.

2 comentários:

al cardoso disse...

Ja sabia da existencia dessas sepulturas, embora as nao conheca, so nao sabia que tambem ai havia uma lagarica!

Um excelente contribuicao do meu amigo senhor Andrade!

Um abraco para ele e para todos os dalgodrenses.

Miguel Jeronimo Ferreira disse...

Em que lugar exacto é que estão as sepulturas ?